E eu vou!!

terça-feira, 7 / agosto / 2007

Não dá pra falar muito, porque daqui a pouco eu vou ter que ir para o aeroporto para pegar meu vôo para… Manaus!! Não, eu não mudei de idéia a respeito do destino, que continua sendo a Venezuela. Mas para fins de economia monetária eu vou fazer o trecho Manaus – Venezuela de ônibus. Ou carro, se conseguimos.

Até mais ver…

Monitoria

quarta-feira, 27 / junho / 2007

Bem, eu fui lá, fiz o teste para ser monitor. Ou melhor, fiz a 1ª etapa, que era uma entrevista, onde tambem tínhamos que demonstrar nossa habilidade com o público seja dando uma aula, seja vendendo um produto imaginário (que deveria estar presente na sala). Eu “vendi” o detector de movimento da sala. Pra compensar minha timidez, eu usei toda a minha aptidão humorística, com direito a representação de um ladrão surpreendido pelo alarme do detector.

  • Lado Bom: Eu passei desta etapa, e consegui inclusive arrancar vários risos da platéia (como? sei lá…) e por isso acredito eu que tenho boas chances de conseguir o “cargo”.
  • Lado Ruim: Mas pode ser apenas impressão minha, pois só uma pessoa foi desclassificada hoje.
  • Lado Péssimo: Mesmo que eu passe, fico pensando que utilidade eu teria para os alunos que eu monitoraria, pois declarei apenas os módulos de Word e Manutenção de Micro. Sendo que o Word eu fiz num curso beeem xexelento há uns 5, 6 anos atrás e o de Manutenção eu não pratico nada desde que o concluí e a única experiência prática que possuo na área é instalar windows, pois foi preciso mais de 20 instalações aqui em casa até que uma ficasse boa.

Ah, mudando de assunto, o Neutron me indicou para o Blog com Tomates, o primeiro prêmio de verdade que eu ganho na vida (ganhei uma medalha no futsal na 2ª série, mas na posição de esquenta banco, se é que vocês me entendem…), assim, eu vou dar uma boa olhada como funciona e depois posto aqui os meus indicados. Talvez demore, pois eu não sei escolher. Pra dar um exemplo de como sou indeciso, eu adoro o meu curso atual (Ciencia da Computação) mas vivo pensando se não devia ter feito Medicina ou História…

Feira Cultural no curso de Inglês

quinta-feira, 31 / maio / 2007

Eu acho que já comentei por aqui que eu estou fazendo um curso de inglês, não? Se não comentei, é bom que vocês saibam: eu estou fazendo um curso de inglês.

Pois sim, neste curso de inglês eles inventaram de fazer uma feira cultural, tínhamos que escolher um fato relevante da década de 1990 e o tema escolhido pela turma foi o impeachment de Collor…

Lado Bom: É um tema interessante pois mostra que o povo brasileiro, quando se dá o trabalho, é capaz de grandes feitos, como derrubar um presidente corrupto. (pena que cansamos tão rápido…)
Lado Ruim: Um dos motivos que me fez estudar tanto (?) para sair do ensino médio foi justamente para não ter mais que participar de feiras culturais. Talvez por isso eu não tenha gostado muuuuito de me fantasiar de “cara-pintada” (e fazendo jus ao nome, com direito a tinta guache e tudo mais) e cantar “We are the champions” do Queen, em público…
Lado Péssimo: Tiraram fotos da apresentação.

T+

Programa de feriadão

domingo, 15 / abril / 2007

Só pro feriadão não ficar em branco, semana passada eu resolvi sair com um primo e uns amigos para dar uma volta e depois de andarmos um pouco, acabamos por nos encostar num barzinho, e era a primeira vez que eu ia num bar sem um “adulto” por perto.

  • Lado Bom: Foi realmente divertido, tipo gente bacana, conversa legal e o bar era legalzinho….Só nível universitário…
  • Lado Ruim: Dois deles faziam Engenharia de qualquer coisa e depois de muitos copos, eles fizeram piadas sobre matemática… Isso foi deprimente…
  • Lado Péssimo: Eu não entendi metade das piadas. Das piadas de matemática. Eu faço de Ciências computação, Área de Exatas. Vexame….

Mas eu até que gostei, diferente da saída desta semana, mas eu não sei se terei coragem de contar.

Foi realmente péssimo eu nunca vou superar o trauma… E nem chegar perto de qualquer lugar onde toque aquele “estilo”. Nunca. (Eu estou experimentando usar esse tal de “suspense” antes de contar, por favor me avisem se eu consegui, ok?)

Após uma pelada com a turma da universidade

quarta-feira, 4 / abril / 2007

Futebol, paixão nacional, o que poderia ser melhor para nós, os calouros em BCC, nos conhecermos? Então marcou-se uma pelada na segunda-feira passada, e eu, claro, participei.

Ponto.

Lado Bom: Realmente houve uma socialização, e eu me sinto mais entrosado com a turma, alem de que a maioria quebrou o estereótipo e jogou bem.

Lado Ruim: Mas eu não estou na minha melhor forma e mesmo hoje, dois dias depois, ainda sinto dores em algumas juntas.

Lado Péssimo: Eu disse que a maioria jogou bem? Foi mais do que isso, todos jogaram melhor, bem melhor, extremamente melhor do que eu! E ressaca moral de ter sido um fiasco vai me acompanhar pelo menos durante o resto do semestre. Mas se depender da sorte que eu costumo ter, essa mácula vai me acompanhar pelo resto curso.

E depois tem gente que não acredita em Murphy!

———————

Mudando um pouco de assunto, eu gostei de escrever esse tipo de post. Tanto que estou inaugurando essa nova categoria “O lado bom, lado ruim e lado péssimo” que sintetiza bastante esse estilo. Uma boa pedida para posts tapa-buraco, quando eu tiver sem idéias, já que não posso ficar pra sempre re-postando coisas de meus antigos blogs.

O lado bom, o ruim e o péssimo

quinta-feira, 8 / março / 2007

Inaugurando uma nova categoria, aqui segue-se um diálogo ocorrido comigo agora a pouco

*Estava eu no assistindo er… BBB só pra maiores quando minha mãe, após ver uma cena de beijo, se vira e dispara:

“Eita, filho melhor eu nem ver isso, porque estou há n tempos sem fazer isso.”

Ponto.

Lado Bom: Há dialogo na minha família e minha sente-se à vontade para falar sobre qualquer coisa comigo.
Lado Ruim: Mas eu não me sinto confortável para ouvir e muito menos por saber há quanto tempo minha mãe não beija.
Lado Péssimo: Pior que isso, só mesmo quando eu me dei conta de que por mais que “n tempos” ser bastante, ainda é menos da metade do tempo em que EU estou na seca. Enfim a vida social da minha mãe não é das melhores, mais é muito melhor que a minha.

Sendo eu um jovem universitário de 18 anos solteiro perdendo para própria mãe soa muito deprimente para mim. E me faz pensar que eu não passo de um nerd encalhado de 18 anos.

Isso é triste, muito triste.

******

Antes que eu me esqueça, essa nova categoria é destinada a comentários sobre pequenas coisas da vida que nos chama atenção como este acima citado.

Outra coisa importante, é que a 2ª parte da minha emocionante epopéia para fazer minha matrícula vai aparecer em breve, assim que eu tiver disposição eu posto. E não devo demorar, porque o 3º já foi e o 4º já tá engatilhado, e pra evitar o acumulo de posts, eu devo me apressar.

E só, flw