Não há nada tão ruim que não possa piorar

quinta-feira, 26 / abril / 2007

Em breve, prova de Geometria Analítica, dois dias antes da prova de Calculo 1. E eu voando no assunto pois o prof. de Analítica explica tão rápido que eu até entendo mas não dá tempo de copiar e prestar atenção ao mesmo tempo (já que ele fala e escreve simultaneamente).O outro, pior, eu até consigo copiar e prestar atenção, mas entender é um grave problema… Agora eu vou ver se descolo um livro e estudo sozinho pra pelo menos passar com média regular…

Ah, eu comecei um novo curso (além da universidade e do inglês), de manutenção de impressoras e monitores. Aí o prof. começou a falar de protoboard, de ferro de solda de circuitos, de montar circuitos e eu só pensando “Se não fosse a grana da matrícula, eu saía correndo agora mesmo”. Então eu já estava pesando em como me livrar disso, quando chega o novo prof. de Organização de Computadores da universidade e começa a falar das mesmas coisas e pior, começou a falar de microprocessadores de circuitos lógicos.

Agora eu sei que não vou desistir do meu curso de manutenção, já que eu vou ter que aprender aquela mesmo aquela bagaça, pelo menos que eu possa ganhar uma grana com isso. Tipo eu terei uma profissão. Na verdade eu já tenho uma, por assim dizer, pois fiz um curso de manutenção de computadores, mas como não consegui estágio e faz tempo que eu num pratico nada, eu não me apresento assim. Além de que chegar dizendo “Sou Tales, técnico em montagem, configuração e manutenção de micros e redes” gastaria muita saliva, sabe? E às vezes eu tenho preguiça de falar.

Ah, falando no novo professor, acho que agora finalmente se encerrará a minha saga da matrícula! Amanhã eu devo ir pegar meu comprovante e finalmente eu, depois de dois meses estudando, possa provar que sou, sim, um estudante universitário… Desejem-me sorte pois eu acho que está parecendo um pouco fácil demais….

Anúncios

Pneus de Carro cantam tchururu tchuru tchuru!

quinta-feira, 19 / abril / 2007

O título deste post faz parte da musica Natasha, do Capital Inicial. Bem, eu nem sou fã da banda mas não sei porque eu gosto dessa música e estava pensando nela quando comecei este post.

É o seguinte, eu estava lembrando que há pouco mais de um ano eu comecei o TV Sem Antena, no blogger. O meu estilo era logicamente diferente, mais hoje eu dei uma olhada e vi que não era tão diferente, eu só era mais metido a estressado como se vê no 1º post do blog:

Er… Sei lá

Esse é o 1º post de verdade, e vou aproveitar a minha usual falta de assunto e falar um pouco sobre mim… Eu sou uma pessoa normal (eu acho), pardo, 1.75m, cabelos naturalmente negros (artificialmente avermelhado), tenho 17 anos, estou fazendo o último ano do EM, sou paraense e moro em Belem (PA, Dã!)…

Sou um pouco tímido, ou melhor, bastante tímido, Ok, eu admito, sou extremamente tímido, praticamente anti-social! Tá feliz agora? Mas tirando isso, eu até que sou uma boa pessoa e tenho momentos de toskice (tá confesso, são longos periodos de toskice, mas tambem sei ser cult)… Gosto de ouvir rock (e um pouco de pop rock às vezes), até respeito alguns outros estilos, mas abomino pagode, axé, sertanejo, funk e outros ritmos acéfalos…

E argh…. To com preguiça de continuar escrevendo… outro dia eu continuo..
Flw pr’ocês!

Bem se vê que é quase idêntico, eu mudei menos do que achei, mas mudei, por exemplo eu já não sou tão fundamentalista a respeito de música.

Eu até consegui manter uma bom nível de posts no início mas com o tempo fui ficando muito tosco até que eu resolvi que ia melhorar o nível, só que aí eu acabei criando um novo blog, um erro terrível pois eu podia ter recuperado o tv sem antena original… Mas agora eu já foi, eu tô satisfeito com este aqui e não vou me mudar tão cedo…

Er, Flw pr’ocês!

PS: Desculpem esse post tapa-buraco, mas ontem eu tive duas prova e fiquei sem energia mental para criar posts novos, em breve voltaremos a nossa programação normal…

Consegui!!!

quinta-feira, 19 / abril / 2007

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Duas semanas projetando e desde sábado programando e aí está, prontinho, só falta fazer o programa de instalação…

Programa de feriadão

domingo, 15 / abril / 2007

Só pro feriadão não ficar em branco, semana passada eu resolvi sair com um primo e uns amigos para dar uma volta e depois de andarmos um pouco, acabamos por nos encostar num barzinho, e era a primeira vez que eu ia num bar sem um “adulto” por perto.

  • Lado Bom: Foi realmente divertido, tipo gente bacana, conversa legal e o bar era legalzinho….Só nível universitário…
  • Lado Ruim: Dois deles faziam Engenharia de qualquer coisa e depois de muitos copos, eles fizeram piadas sobre matemática… Isso foi deprimente…
  • Lado Péssimo: Eu não entendi metade das piadas. Das piadas de matemática. Eu faço de Ciências computação, Área de Exatas. Vexame….

Mas eu até que gostei, diferente da saída desta semana, mas eu não sei se terei coragem de contar.

Foi realmente péssimo eu nunca vou superar o trauma… E nem chegar perto de qualquer lugar onde toque aquele “estilo”. Nunca. (Eu estou experimentando usar esse tal de “suspense” antes de contar, por favor me avisem se eu consegui, ok?)

Após uma pelada com a turma da universidade

quarta-feira, 4 / abril / 2007

Futebol, paixão nacional, o que poderia ser melhor para nós, os calouros em BCC, nos conhecermos? Então marcou-se uma pelada na segunda-feira passada, e eu, claro, participei.

Ponto.

Lado Bom: Realmente houve uma socialização, e eu me sinto mais entrosado com a turma, alem de que a maioria quebrou o estereótipo e jogou bem.

Lado Ruim: Mas eu não estou na minha melhor forma e mesmo hoje, dois dias depois, ainda sinto dores em algumas juntas.

Lado Péssimo: Eu disse que a maioria jogou bem? Foi mais do que isso, todos jogaram melhor, bem melhor, extremamente melhor do que eu! E ressaca moral de ter sido um fiasco vai me acompanhar pelo menos durante o resto do semestre. Mas se depender da sorte que eu costumo ter, essa mácula vai me acompanhar pelo resto curso.

E depois tem gente que não acredita em Murphy!

———————

Mudando um pouco de assunto, eu gostei de escrever esse tipo de post. Tanto que estou inaugurando essa nova categoria “O lado bom, lado ruim e lado péssimo” que sintetiza bastante esse estilo. Uma boa pedida para posts tapa-buraco, quando eu tiver sem idéias, já que não posso ficar pra sempre re-postando coisas de meus antigos blogs.