18 mas com carinha de 15!

sábado, 31 / março / 2007

Eu sei, a longo prazo isso vai ser uma qualidade inestimável, mas por enquanto eu realmente detesto ter cara de mais novo. Quer dizer vai ser demais eu com 60 com toda a pinta de 40, mas por enquanto esse rostinho de 15 tá queimando meu filme. Quer dizer as mulheres da minha idade me ignoram. E garotas de 14, 15 que me dão atenção eu tenho que ignorar também, senão é corrupção de menores e imaginem o que aconteceria comigo na cadeia! Logo eu com essa carinha de bebê!

O pior não é isso, já que com um pouco de conversa, eu consigo desfazer a impressão de imaturidade, mas o problema é quando eu quero entrar tipo numa festa ou numa casa de show. eles sempre pedem minha identidade, o não ajuda pois eu a tirei quando tinha 12 anos, e sempre ficam desconfiados antes de me liberarem.

Eu consigo disfarçar deixando a barba crescer, mas aí começa outro problema, pois eu fico bizarro de barba. Então eu só posso esperar e curtir quando eu chegar nos 40 com carinha de 30!

Flw

PS: Eu to sob efeito de anti-alérgicoss e elesss dão sonoooo! Depoooisssssss eu conto como foii!

Para não dizerem que eu não disse nada!

segunda-feira, 26 / março / 2007

Não sei se vocês sabem, mas esse não é meu primeiro blog. Eu tive outros dois antes deste. E ao mesmo tempo, até que eu resolvi juntar as idéias de cada um e fazer um blog só, este aqui. Mas tive alguns posts bons naquela época, como este abaixo. Quando o escrevi, eu ainda era aluno do 3º ano e tava naquela ansiedade para passar no vestibular. Então o tom talvez esteja diferente.

O Cidadão do Meio

O feriadão está acabando, deu para descansar bastante, pois não fiz praticamente nada o dia inteiro. Devia estar alegre, pois hoje eu teria aula até 19:40… Mas, sei lá porque, eu fiquei com uma sensação de “Tempo Perdido”. Talvez porque eu fiquei em casa, poderia muito bem ter ligado para algum amigo e ido a algum lugar… Devo ter amigos e essa cidade deve ter lugares bons para se ir em feriados. Mas nem me ocorreu essa idéia durante o dia.

Às vezes eu acho que sou eu quem me isola, que se sou invisível, a culpa é toda minha! É estranho pensar assim, quando você passa o tempo achando que quer ser notado, de repente perceber que você é quem não nota os outros.

Pensando bem eu não tenho muito o que reclamar, quer dizer, vivo cercado de pessoas legais, estudo, e estudo em um bom colégio, e sou um bom aluno. Muita gente me admira, e alguns até acham legal meu jeito tímido. Mesmo tendo um jeito meio nerd, já encontrei garotas que gostaram. Tenho um computador em casa, tenho uma televisão só minha e tenho quarto bastante confortável.

Será que é esse meu problema, eu não sou o melhor, mas como tambem não sou pior, acabo desistindo de melhorar e fico estagnado? Serei eu eternamente o garoto nem bonito nem feio, nem esperto nem burro, nem rico nem pobre, nem alegre nem triste, nem alto nem baixo?

Ou tudo isso é só crise de não poder enforcar o feriado por causa que tenho que estudar para poder passar no vestibular? Mistério!

‘té + pr’ocês!

Originalmente postando no dia 7 de setembro de 2006 às 19h28 neste post, neste blog.

Sobre danças e romances…

sexta-feira, 23 / março / 2007

Uau, acabou a minha primeira semana na UFPA… Ainda não fui no famoso “forró do Vadião”, pois ontem eu tinha inglês e hoje minha aula acabou muito cedo e eu vim pra casa e não tô muito afim de enfrentar 40min de onibus para ir espiar por lá, entende?

Mesmo porque, em termos de dança eu sou um ótimo programador… Bem, não é que eu não saiba, é que eu simplesmente não levo jeito. E olha que eu já tentei aprender! Até a 4ª série eu sempre participava das quadrilhas em festa junina. No 1º ano eu quase participei da dança numa gincana, mas nos ensaios verificou-se que isso era inviável. No último aniversário da minha prima ex-rockeira (“ex” porque ela parou de usar preto, deixou o cabelo voltar a ser castanho e, bem, tocou forró na sua festa de aniversário), eu realmente me esforcei. Mas nem a prima, nem minha irmã e nem a vizinha loirinha da frente conseguiram fazer com que eu acertasse pelo menos um dois pra lá, dois pra cá. Só não digo que foi perda de tempo porque, bem, a vizinha loirinha da frente tentou me ensinar forró, e dançar agarradinho com a vizinha loirinha da frente nunca seria perda de tempo.

Então eu não estou perdendo tanto por não ir. Mesmo porque eu ainda conheço pouquíssimas pessoas na universidade e seria difícil achá-las. Não que eu tenha medo de conhecer pessoas novas, pois eu não tenho, na verdade eu estou precisando conhecer pessoas novas, para tentar ressuscitar minha vida social, mas é que eu seria um calouro no meio de dezenas de veteranos e vocês sabem o que esses veteranos fazem com os calouros, não? Mas assim que puder eu realmente dou uma passada por lá. A minha seca já está passando de aguda para crônica. E não sou assim de se jogar fora… To tipo esse blog, legalzinho mas precisando de mais divulgação.

Isso me lembra a minha segunda 1ª namorada (é que a primeira foi só por um dia, então foi tipo assim um fica prolongado), que foi a primeira pessoa a me dizer que sou mais bonito sem óculos. Como isso aconteceu diversas vezes desde então, até hoje eu me sinto desconfortável com isso e só não tiro mais porque por mais lindo que eu fique não seria nada atraente me ver tropeçando. Ah tambem porque de tanto andar no sol, eu fiquei com uma marquinha nada sexy no rosto. O que isso tinha ver com minha segunda 1ª namorada eu já me esqueci.

Como eu já falei de tudo que foi citado no título e como, apesar de sóbrio, eu não consigo manter uma linha de raciocínio, aqui encerra-se o post!

Até mais…

********************
Ah, eu fui citado pela Mamy no blog dela. Realmente eu estou precisando me divulgar mais, ou seja, largar de ser preguiçoso e comentar mais no blog que eu leio, pois sim eu conheço tantos blogs mas raramente comento… Perder 10 minutos para fazer um comentário bacaninha vale à pena, pois além de prestigiar o autor, se o comentário ficar bem escrito, outros leitores se interessariam em conhecer meus textos. É um caso a se pensar… De todo jeito obrigado de novo pela ajuda, Mamy.

E agora eu vou de verdade!
Flw

(1ª parte) (2ª parte)

O meu último post seria para terminar com essa série e abrir espaço para outras idéias que eu queria postar. Falhou miseravelmente nesse sentido, primeiro eu não consegui terminar a série pois mesmo que eu não escrevesse esse post, eu teria que colocar um prólogo ou coisa assim porque ainda tenho umas pendengas para resolver. Depois como eu não aproveitei as idéias na hora, que surgiram, elas então desapareceram. Se esqueci.

Então continuando da parte 2 (desconsiderem o último post, pois eu vou repetir algumas coisas dele), eu tenho dar uma pequena descrição da burocracia da universidade. Funciona assim:

  1. Você passa um ano sem vida social se matando de estudar e entra na dita-cuja.
  2. Depois você fica diariamente acessando o site para ver quando é a habilitação
  3. Aí chega a habilitação, que é tipo uma pré-matrícula, onde em tese deveríamos garantir nossa vaga, já que lá é gerado o número de matrícula.
  4. Então há a orientação acadêmica, onde recebemos orientação sobre o curso, tipo duração, funções, objetivos, etc….
  5. E até o inicio das aulas deveria haver a matrícula nas matérias do semestre…

Agora sim, eu parei na saída da habilitação, onde não assinei a lista de presente e a tia não destacou o comprovante, me devolvendo o cadastro inteiro… Foi engraçado ver no inicio da página o observação “O aluno não apresentou CPF, porem o número se encontra na carteira de identidade”, bem depois de eu ter explicado dezenas de vezes onde estava meu cpf, eles ainda colocam isso. Tipo CPF pra mim quer dizer o número, se quiser falar daquele cartãozinho, soletre: C-A-R-T-Ã-O D-O C-P-F, pois não pareceria tão ridículo.

Como eu disse no post anterior, a fome tava apertando, então me fui para casa, lá estava meu primo que também passou pra UFPA esse ano, porem só iria ser habilitado dois ou três dias depois de eu (cada curso tinha uma data e uma hora específica para a habilitação). Ele pediu pra ver o meu comprovante e estranhou o fato de não terem destacado-o, principalmente por causa daquela linha tracejada com um desenho de uma tesoura no final. Então como ele pediu pra ver de outros amigos que também passaram e todos tinha só a parte destacada, eu realmente fiquei apavorado de medo de perder a vaga.

Então eu deveria voltar lá e perguntar gentilmente para a sra algo do tipo: “Que merda ‘cês fizeram na minha inscrição?” ou talvez algo mais agressivo… Então resolvi ir no dia que meu primo fosse, já que era no outro dia mesmo, e assim eu me acalmei um pouco e esperei o amanhã chegar. Então…

[CONTINUA]

Como complicar as coisas simples ~ Final (ou quase)

terça-feira, 20 / março / 2007

Eu já estou cheio dessa história e para terminar de uma vez, já que eu ela está empatando outros posts que eu queria postar. Por isso se o post parecer resumido demais ou ruim demais, já sabem o porquê!

Eu parei no final do dia da habilitação né? Então estava eu em casa quando um primo meu olhou o “comprovante” e depois de checar com todos os conhecidos, o veredicto foi unânime: eu estava provavelmente ferrado. Tive que voltar lá.

Depois de muita espera e de muita, muita conversa com as tias lá da habilitação, finalmente eles destacaram o comprovante eu assinei a listinha que ainda estava lá.Tudo parecia bem, se não fosse o fato de ter percebido que a orientação academica. Assim eu estava oficialmente desorientado!

Bem fui outro dia denovo à universidade para ver o que eu podia conseguir no sentido de orientação. Depois de algum tempo, achei a secretaria do curso, e resolvi? Bem, o carinha simplesmente disse “Tu perdeu a orientação, mas a matrícula é automática” e quando eu perguntei o que foi orientado durante a orientação, ele me disse “Ih, já foi, mas fala aí com algum colega de curso que ele te explica”

Bem, eu sou calouro, e perdi a orientação, isto não torna óbvio o fato de eu não conhecer ninguem, mas seria esperar demais dele, eu acho. Bem, eu fui ao trote e finalmente eu conheci uns outros calouros do meu curso, que me deram alguma explicação….

Tecnicamente eu já estou informado e no nível de meus colegas de classe. Tendo uma só aula por dia e ainda não estando matriculado. Ahhh, o orgulho da educação e do serviço público brasileiro…

E é isto, ainda tinha mais coisas, mas eu preferi resumi senão eu não acabaria nunca… E só,

Flw
Atendendo a pedidos, eu vou explicar isso tudo com mais detalhes em outros posts mais adiante…

Então consegui!

sábado, 17 / março / 2007

Droga, neste exato momento eu estou com diversas idéias para posts, mas como eu prometi que ia postar, lá vai!!!!

Bem, desde o ano passado eu estava querendo comprar o box da primeira temporada de Friends. Sei, fiz muito mistério no último post, mas significa muito pra mim, pois eu realmente curto a série, e me faz lembrar dos meus 12, quando tinha TV por assinatura em casa (o que no SBT? Ainda passa? Que horas? melhor nem dizer, semana que vem muda!) sendo que também tínhamos carro.

Assim, agora que sou de maior (não canso de repetir isso!!), descobrir que meu pai me deixou algo (tipo herança, só que em vez de ter grana pelo resto da vida, a minha só vai até o resto do mês, e olhe lá!) e antes mais alguém soubesse gastei tudo que podia (pedi logo a 1ª e a 2ª temporada).

E é isso (nossa, na minha imaginação eu achei que ia dar um texto imenso…) Agora eu vou aproveitar meus pensão para compra pelo menos um por mês, talvez eu tenha que parar de comer sucrilhos, mas eu sinto que consigo.

Flw

****************
Mudando de assunto, eu também to feliz porque… recebi meu primeiro comentário, no post passado, pela Mamy (do blog “É a mãe!”) que me linkou no blog dela. E pelo que eu saiba esse foi meu primeiro link também….
Quer dizer eu fui linkado num blog conhecido, tipo logo assim de primeira, é legal para auto-estima…

Então Valeu

E Flw de novo.

PS: Antes alguém pergunte, eu realmente não fiquei rico e infelizmente a grana não chega ao mês que vem… A previsões indicam que nessa semana mesmo ela já era!

Pós-PS:Agora que já veio o 1º comentário, é se preparar e partir “rumo ao 10º comentário!!!!”

flw, agora de verdade, mesmo!

Post sem pé nem cabeça

sexta-feira, 16 / março / 2007

Eu tinha prometido terminar a saga da minha matrícula, mas como o caso continua se desenrolando e ficando cada vez pior (hoje mesmo mais um confuso episódio aconteceu), eu estou temporariamente congelando a narrativa até entender o que está acontecendo, pois de fato eu estou mais perdido do que bala em morro carioca.

Este blog tem grandes chances de seguir um destino diferente dos meus anteriores, com um número bem maior de visitantes (meu último não passou de 86 em 6 meses de existência), com crescente número de visitas, já que desde o dia 3/3/2007 eu tenho pelo menos uma ao dia e no dia 11 alcancei novo recorde com 15 visitantes. aumentei para 150 o número total de visitantes desde meu último post (onde havia apenas 60). Porém nenhum comentário… E isso é deprimente pois dá a impressão que as pessoas caem por acidente aqui e assim que percebem onde estão, tratam de sair mais que depressa.

Depois que li este post e este eu relaxei um pouco quanto a paranóia de comentários e voltei a ficar feliz com o resultado das estatísticas.

Primeiramente este blog foi fundado dia 28 de janeiro, ontem praticamente. Depois, eu praticamente não divulgo ele. Só inscrevi ele no BlogBlogs, e ocasionalmente eu comentava em outros blogs, colocando o endereço deste no espaço apropriado sem nunca pedir pra ser linkado ou coisa assim, pois tenho meu orgulho e minha dignidade. Só hoje que coloquei ele no orkut! Agora só resta comentar mais (e comentários de verdade, pois já disse que não peço para ninguem me linkar) e linkar mais gente (que faço sem pedir porque se pedisse seria uma forma indireta de pedir para se linkar)

E isso, assim termino um post sem pé nem cabeça, só para atualizar o blog e me ocupar durante quase uma hora.

E flw people!
—————–
Extra! Extra!
Finalmente aquilo que eu queria chegou… Foi meio caro mas vale a pena, e estou desejando-o desde a metade do ano passado. Estão curiosos? Até Domingo eu digo o que é!

Flw denovo