Má sorte?

quarta-feira, 14 / fevereiro / 2007

Mas outro post antigo por falta do que escrever:

Esses dia não estão sendo muito bons para mim, sabe? Principalmente ontem e hoje. Para terem idéia, anteontem eu tive um ataque de alergia e tomei um anti-alergico e tals e minha vida parecia que ia voltar ao normal, maaas não, ontem eu acordei meio noiado por causa do remédio e tive que ir para aula, descobrir que ia rolar aula extra na sexta (hoje) tudo bem, mas aí quando fui para o ponto de onibus foi uma cena linda! A poucos metros, passou meu onibus! e quando eu estava esperando o sinal fechar para atravessar a rua aconteceu denovo! Outro busão passa, infeliz com a certeza de que a possibilidade de passar um terceiro quando eu cheguei na parada, tentei me distrair conversando com uma amiga minha, mas Murphy estava comigo e logo o onibus dela passou, ficando eu sozinho no ponto e com a certeza de que ficaria por lá por um bom tempo!

Passado algum tempo, finalmente eu vejo um onibus vindo eeeee entãooooo… ele passa sem sequer ameaçar parar! já muito p*to com a situação, fico contando até 10, até 20, até 30, até… até que uns 5 minutos depois finalmente passa a porcaria do onibus e o maldito pára e finalmente vou para casa, isso devia ser entre 13:50 e 14:00, e vale ressaltar que eu teria que chegar em casa almoçar, tomar banho e voltar para o Colégio às 15:00.

A aula até que foi boa mas na saída, caminhando para a parada, o céu comça a fechar-se, peguei meu onibus desejando com todas a forças que eu chegasse em casa antes que a chuva chegasse ao chão! Grande perda de tempo, saí do busão correndo para uma cobertura que tinha perto e cheguei lá já bem molhado e fiquei esperando a chuva diminuir para vir para casa. O caso é que a chuva e o vento estavam tão fortes que as gotas vinham quase na horizontal, e mesmo de baixo da cobertura, continuei me molhado com respingos que eram tantos que já valiam mais que a chuva em si.

Finalmente o vento diminui e o temporal vira apenas uma chuva forte e se transformou finalmente em uma chuva normal. Então eu resolvi arriscar andar, mas logo notei que deveria ter esperado mais e pingando eu corri para debaixo do orelhão, esperei mais uns 10 minutos eu cheguei em casa, cansado, molhado, mas aliviado de pelo menos não ter sido assaltado.

Quando fui dormir, desejei profundamente que o próximo dia (hoje) fosse melhor, de novo foi uma grande perda de tempo, mas vou deixar isso para depois, porque esse post já tá grande demais…

Tchau e Benção!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: