Jogo da Forca

domingo, 25 / fevereiro / 2007

Eu consegui! Criei um jogo da Forca… Pra DOS, a cara enforcado é apenas um punhado de letras, tem 2 bugs que podem passar despercebidos para usuários comuns mas qualquer pentelho os acha.

Mas o que vocês queriam, eu ainda to no 1º semestre de BCC. Na verdade, eu to no 1º mês do 1º semestre de Bacharelado em Ciências da Computação, e meus colegas de classe só conseguiram fazer programas de soma, tipo “me dê dois números eu somo e dou o resultado”!

Antes que pensem besteira, eu não estou querendo bancar o arrogante, muito menos me exibir, mas sim me despedir daquele povo, pois estou saindo da universidade. Não, não estou desistindo de estudar, mas é que eu passei neste mesmo curso em outra universidade… E como essa outra universidade é FEDERAL, eu num sou doido de ficar pagando uma fortuna para uma universidade particular…

Mas eu deixo-os com o coração partido, quer dizer, eu não queria sair de lá, pois já tinha me acostumado com o povo de lá e tenho certeza que lá eu teria melhor preparo e seria bem mais fácil terminar o curso… Outro motivo para ir para a federal, pois o caminho mais difícil te leva para mais longe, ou coisa parecida…

Enfim, to saindo da particular e indo para a pública e não queria ter que fazer isso, mas mesmo assim to feliz e isso que importa, né?

PS: Se alguém ficou curioso para ver o programa, pode baixar aqui
Eu incluí junto um pequeno manual de como jogar (o leiame.txt) e código fonte, para qualquer um que entenda alguma coisa de programação que esteja interessado no funcionamento do game poder visualizar a vontade, se quiser…
So, enjoy it! (Entrei num curso de inglês também, mas isso é assunto para outro post)

Flw

I enjoyed

quarta-feira, 14 / fevereiro / 2007

Hoje eu acordei enjoado… Mas não foi por isso que eu fiz este post, pois eu sei muito bem que enjoy não tem nada a ver com enjoar…

É que faz uma semana que eu tava querendo postar, pois minha vida mudou bastante em uma semana, domingo retrasado eu estreei minha maioridade nas noites de Belém (sair pela primeira vez desde que tinha feito 18) e tambem foi a primeira vez que eu bebi pra valer (já tinha provado antes e mais do que provado, mas sempre pouco) bebendo mais do que eu já tinha bebido antes e mesmo assim sem ficar porre… Agora já estou começando a ver o que há de bom em ser de maior. Talvez eu experimente um motel da próxima vez, mas tá faltando candidatas, se é que vocês me entendem.

No dia seguinte, (ou no mesmo dia, dependendo do ponto de vista) eu comecei as minhas aulas na universidade… Estudar o que eu quero e em doses bem mais leves do que no ensino médio (que tinha mais aulas) está sendo realmente bom pra mim, exceto que, estando na área de computação, há muito homi lá… Eu sabia que isso ia acontecer mas não deixa de ser ruim. Talvez eu tente me socializar com a turma de Arquitetura, que é mais proporcional…

No mais tudo ótimo, e se eu me destacar bem na área, quem sabe um dia eu ainda consiga me sustentar…

E flw

Má sorte?

quarta-feira, 14 / fevereiro / 2007

Mas outro post antigo por falta do que escrever:

Esses dia não estão sendo muito bons para mim, sabe? Principalmente ontem e hoje. Para terem idéia, anteontem eu tive um ataque de alergia e tomei um anti-alergico e tals e minha vida parecia que ia voltar ao normal, maaas não, ontem eu acordei meio noiado por causa do remédio e tive que ir para aula, descobrir que ia rolar aula extra na sexta (hoje) tudo bem, mas aí quando fui para o ponto de onibus foi uma cena linda! A poucos metros, passou meu onibus! e quando eu estava esperando o sinal fechar para atravessar a rua aconteceu denovo! Outro busão passa, infeliz com a certeza de que a possibilidade de passar um terceiro quando eu cheguei na parada, tentei me distrair conversando com uma amiga minha, mas Murphy estava comigo e logo o onibus dela passou, ficando eu sozinho no ponto e com a certeza de que ficaria por lá por um bom tempo!

Passado algum tempo, finalmente eu vejo um onibus vindo eeeee entãooooo… ele passa sem sequer ameaçar parar! já muito p*to com a situação, fico contando até 10, até 20, até 30, até… até que uns 5 minutos depois finalmente passa a porcaria do onibus e o maldito pára e finalmente vou para casa, isso devia ser entre 13:50 e 14:00, e vale ressaltar que eu teria que chegar em casa almoçar, tomar banho e voltar para o Colégio às 15:00.

A aula até que foi boa mas na saída, caminhando para a parada, o céu comça a fechar-se, peguei meu onibus desejando com todas a forças que eu chegasse em casa antes que a chuva chegasse ao chão! Grande perda de tempo, saí do busão correndo para uma cobertura que tinha perto e cheguei lá já bem molhado e fiquei esperando a chuva diminuir para vir para casa. O caso é que a chuva e o vento estavam tão fortes que as gotas vinham quase na horizontal, e mesmo de baixo da cobertura, continuei me molhado com respingos que eram tantos que já valiam mais que a chuva em si.

Finalmente o vento diminui e o temporal vira apenas uma chuva forte e se transformou finalmente em uma chuva normal. Então eu resolvi arriscar andar, mas logo notei que deveria ter esperado mais e pingando eu corri para debaixo do orelhão, esperei mais uns 10 minutos eu cheguei em casa, cansado, molhado, mas aliviado de pelo menos não ter sido assaltado.

Quando fui dormir, desejei profundamente que o próximo dia (hoje) fosse melhor, de novo foi uma grande perda de tempo, mas vou deixar isso para depois, porque esse post já tá grande demais…

Tchau e Benção!

Nova tira

sábado, 3 / fevereiro / 2007


Fazia tempo que eu tava sem inspiração, e eis que de repente ela veio, e eis que ela me veio! Meu scanner tá uma bosta e por isso a imagem está uma porcaria, mas eu dei uma editada na imagem e já dá para entender, eu acho.

OBS:Clique na imagem para visualizá-la!